Envelhecimento Cutâneo II

Envelhecimento Cutâneo II

O envelhecimento cutâneo no ponto de vista biológico, ocorre em um processo complexo e contínuo, onde ocorre modificações do material genético e a proliferação celular decresce resultando na perda da elasticidade, da capacidade de regular o metabolismo e a replicação do tecido se torna menos eficiente.

As evidências mostram que envelhecemos metabólica e bioquimicamente. Como exposto no AAD 2014 – Denver, a medicina se tornou molecular e celular. Para termos uma boa resposta no tratamento é necessário entender as interações que temos entre células, as reações bioquímicas e quais são os cofatores enzimáticos que são necessários para ativar novamente a pele expondo a necessidade que vai muito além do uso de produtos somente tópicos.

Percebe-se então a importância do uso de nutrientes funcionais que minimizem o desgaste celular e melhorem a resposta do organismo contemplando a sua fisiologia e bioquímica, refletindo uma beleza que está muito além das aparências.

O envelhecimento cutâneo com o passar do tempo ocorre o encurtamento e ruptura dos talômeros por consequência haverá limitação na capacidade de replicação do DNA. Além da ação cronológica, o envelhecimento cutâneo ocorre por fatores externos, como fumo e poluição.

A nicotina aumenta a liberação de substâncias que causam a vasoconstrição, já o monóxido de carbono interfere no transporte de oxigênio comprometendo o metabolismo celular, causando o déficit de oxigênio para as mitocôndrias interferindo na produção de energia gerando RADICAIS LIVRES e com isso aumenta a elastase e o hipoestrogenismo surgindo as rugas.

A RADIAÇÃO SOLAR, através da emissão dos raios ultravioleta UVB e UVA incidindo sobre a pele resultará na inflamação dos queratinócitos consequente quebra de colágeno formando as rugas, pele fotoenvelhecida e mais RADICAIS LIVRES causando:

– Esgotamento dos mecanismos de defesa das células
– Mutações genéticas no DNA das células
– Defeitos e alterações funcionais das proteínas
– Danos cumulativos com rugas de pele fotoenvelhecida
– Oxidação da gordura das membranas das células

Continua…

Leia também: ENVELHECIMENTO CUTÂNEO

Fonte:
Departamento Científico Samana
Revista Biotec – ano 05 n.º 17 | 2014.